Quando colher abobrinhas e como colhê-las para uma colheita perfeita

 Quando colher abobrinhas e como colhê-las para uma colheita perfeita

Timothy Walker

As abobrinhas crescem muito rapidamente. Se não tiver cuidado, uma abobrinha minúscula num dia pode transformar-se numa abóbora monstruosa alguns dias mais tarde, por isso é importante saber quando as abobrinhas estão prontas para que possa colhê-las na altura certa. Para uma maior delicadeza, também pode colher as flores e cozinhá-las.

A maioria das plantas de abobrinha começa a produzir cerca de 50 dias após a germinação. O momento ideal para colher uma abobrinha é quando ela tem de 15 a 20 cm de comprimento, com uma cor brilhante e rica.

As abobrinhas devem ser bastante densas e a pele deve ser firme, mas não demasiado dura. Pode colher abobrinhas da sua horta até que a primeira geada mortal corte as plantas e estas comecem a morrer.

Vamos ver com mais pormenor como saber quando é que as abobrinhas estão prontas para serem colhidas, além de algumas dicas excelentes para colher e conservar a sua colheita.

O segredo para saber quando a abobrinha está pronta para ser colhida

Cerca de 50 dias após a emergência das plântulas, as suas plantas de curgete começarão a florescer e não demorará muito até ter dezenas de pequenas curgetes à espera de serem colhidas.

  • Uma abobrinha está pronta para ser colhida quando tiver de 15 a 20 cm de comprimento. É claro que algumas variedades são diferentes, por isso verifique o pacote de sementes para saber o tamanho ideal para o tipo que está a cultivar. As variedades redondas devem ser cultivadas até ao tamanho de uma bola de basebol.
  • A maioria das abobrinhas deve ter uma cor verde-escura quando são colhidas. Outras variedades são brancas ou amarelas.
  • Quando estiver pronta para ser colhida, poderá cortar a pele com a unha. As abobrinhas jovens magoam-se e estragam-se com muita facilidade, e até as folhas arranhadas podem danificar a sua pele, por isso certifique-se de que as manuseia com cuidado.
  • As curgetes devem estar firmes e ter um aspeto denso e pesado para o seu tamanho.

Às vezes, uma abobrinha se esconde e você não a encontra até que ela se torne um colosso. Não se preocupe! As abobrinhas grandes e muito maduras ainda são comestíveis, mas podem ser farinhentas com sementes grandes. Tente usar essas abobrinhas grandes na sua receita favorita de abobrinha recheada.

Colha as suas abobrinhas regularmente, todos os dias, ou de dois em dois dias no tempo quente, para estimular novas flores e ter uma colheita contínua durante toda a estação de crescimento.

As abobrinhas não toleram as geadas e tanto a planta como a própria abóbora podem ser danificadas mesmo por uma geada ligeira.

Com a aproximação do tempo frio, fique atento às previsões e colha todas as suas abobrinhas antes da chegada de uma geada mortal.

Como colher as abobrinhas

Depois de encontrar a abobrinha perfeita pendurada na planta, é hora de colhê-la. Colha as abobrinhas segurando-as com firmeza e torcendo-as para fora da planta, ou cortando-as do caule com uma faca afiada ou uma tesoura.

  • Torcer é fácil e não requer qualquer ferramenta, mas corre-se o risco de as abobrinhas se partirem. As abobrinhas partidas ainda são boas para comer, mas não se conservam muito tempo e a extremidade partida pode apodrecer na videira. Ao partir as abobrinhas, também pode perturbar as raízes da planta se torcer com demasiada força.
  • Para cortar as abobrinhas da planta, use uma tesoura de jardinagem ou uma faca afiada. Basta cortar a videira acima da abóbora, deixando cerca de 1 a 2 polegadas de caule ainda preso, pois isso ajudará as abobrinhas a permanecerem frescas por mais tempo.

As abobrinhas são especialistas em camuflagem e escondem-se frequentemente debaixo das grandes folhas da planta.

Veja também: É possível cultivar abóboras em recipientes? Sim! Veja como começar

Para tornar as coisas mais interessantes, estas folhas e os caules são muito ásperos e arranharão os seus braços enquanto procura a sua colheita.

Não se esqueça de usar uma camisa de manga comprida e luvas quando for colher as abobrinhas, para que possa realmente entrar e evitar perder qualquer abóbora.

Como colher flores de abobrinha

Sabias que também podes comer as flores de uma planta de curgete? Podes comer tanto as flores masculinas como as femininas.

  • Flores masculinas Para colher as flores de abóbora, corte o caule cerca de 2,5 cm abaixo da flor e retire o estame. Certifique-se de que deixa pelo menos uma flor masculina por cada dúzia de flores femininas na planta para garantir uma boa polinização e o crescimento das abobrinhas.
  • Flores femininas As abobrinhas pequenas, que se transformarão em abobrinhas, podem ser cortadas como as flores masculinas ou podem ser cuidadosamente retiradas de uma abóbora já desenvolvida.

Consulte o seu site de culinária favorito para obter receitas deliciosas de flores de curgete para dar um toque único ao seu próximo jantar.

Como conservar as abobrinhas

Depois de ter colhido as suas abobrinhas, deve armazená-las adequadamente para tirar o máximo partido da sua colheita. As abobrinhas são melhor conservadas frescas no frigorífico ou congeladas para armazenamento a longo prazo.

Veja também: 14 variedades deslumbrantes de Rosa de Sharon para dar cor ao seu jardim no final da estação

No frigorífico

Coloque as abobrinhas não lavadas no frigorífico. Se tiver de lavar a sujidade, certifique-se de que estão completamente secas antes de as guardar. Conserve-as durante cerca de 7 dias.

No congelador

Lave as abobrinhas antes de congelar. Corte as abobrinhas no formato que preferir, seja em fatias, em pedaços ou em pedaços.

Congele-os numa folha de biscoitos e transfira-os para um recipiente hermético depois de congelados.

Posso continuar a colher abobrinhas depois de uma geada?

As abobrinhas são muito sensíveis à geada e uma geada ligeira mata rapidamente a planta. Mesmo os próprios legumes podem ser facilmente danificados pela geada. Embora ainda sejam comestíveis, as abobrinhas congeladas são muitas vezes duras e de sabor amargo, ou apodrecem rapidamente se os danos forem graves

Qual é a melhor altura do dia para colher abobrinhas?

As abobrinhas podem ser colhidas a qualquer hora do dia. Ao contrário das verduras suaves e delicadas, o vegetal resistente não murcha com muita facilidade, pelo que as abobrinhas podem ser colhidas a meio da tarde. Certifique-se de que mantém as abobrinhas recém-colhidas fora do alcance da luz solar direta e refrigere-as o mais rapidamente possível depois de as colher.

Com que frequência devo colher as minhas abobrinhas?

Colha as suas abobrinhas sempre que puder. Uma colheita consistente estimulará o desenvolvimento de mais flores e obterá uma colheita mais contínua.

A minha abobrinha partiu-se quando a torci, o que devo fazer?

As abobrinhas podem ser consumidas, mas devem ser consumidas imediatamente, pois não se conservam muito bem. Se um grande pedaço de abobrinha ainda estiver preso à planta, remova-o ou ele pode apodrecer e introduzir doenças. Considere cortar as abobrinhas se achar que os caules são particularmente duros.

Encontrei uma abobrinha enorme escondida debaixo de uma folha, posso comê-la na mesma?

Sim, pode. As abobrinhas grandes e demasiado maduras ainda são comestíveis, embora a sua qualidade tenha diminuído.

Se a abobrinha foi deixada na planta por mais de 6 semanas, ela pode ter sementes viáveis dentro dela que você pode plantar no seu jardim no próximo ano (embora nesse momento a abobrinha esteja amarga e não seja comestível).

Conclusão

As abobrinhas são um ótimo vegetal para cultivar, pois são fáceis de cultivar e muito versáteis na cozinha.

Saber quando colher as abobrinhas na altura certa dar-lhe-á as abóboras de verão mais saborosas e nutritivas durante toda a estação.

É sempre emocionante escavar através da folhagem maciça para encontrar uma curgete perfeitamente madura, e pode até tropeçar numa escondida entre as folhas e perguntar-se como é que não viu um gigante destes!

Timothy Walker

Jeremy Cruz é um ávido jardineiro, horticultor e entusiasta da natureza vindo do campo pitoresco. Com um olhar atento aos detalhes e uma profunda paixão pelas plantas, Jeremy embarcou em uma jornada ao longo da vida para explorar o mundo da jardinagem e compartilhar seu conhecimento com outras pessoas por meio de seu blog, Gardening Guide And Horticulture Advice By Experts.O fascínio de Jeremy pela jardinagem começou na infância, quando ele passava inúmeras horas ao lado de seus pais cuidando da horta da família. Essa educação não apenas promoveu o amor pela vida vegetal, mas também incutiu uma forte ética de trabalho e um compromisso com práticas de jardinagem orgânica e sustentável.Depois de se formar em horticultura em uma universidade renomada, Jeremy aprimorou suas habilidades trabalhando em vários jardins botânicos e viveiros de prestígio. Sua experiência prática, juntamente com sua curiosidade insaciável, permitiu que ele mergulhasse profundamente nas complexidades de diferentes espécies de plantas, design de jardins e técnicas de cultivo.Alimentado pelo desejo de educar e inspirar outros entusiastas da jardinagem, Jeremy decidiu compartilhar sua experiência em seu blog. Ele cobre meticulosamente uma ampla gama de tópicos, incluindo seleção de plantas, preparação do solo, controle de pragas e dicas de jardinagem sazonal. Seu estilo de escrita é envolvente e acessível, tornando conceitos complexos facilmente digeríveis para jardineiros novatos e experientes.além deleblog, Jeremy participa ativamente de projetos comunitários de jardinagem e realiza workshops para capacitar indivíduos com o conhecimento e as habilidades para criar seus próprios jardins. Ele acredita firmemente que a conexão com a natureza por meio da jardinagem não é apenas terapêutica, mas também essencial para o bem-estar das pessoas e do meio ambiente.Com seu entusiasmo contagiante e profundo conhecimento, Jeremy Cruz tornou-se uma autoridade confiável na comunidade de jardinagem. Seja para solucionar problemas de uma planta doente ou oferecer inspiração para o projeto de jardim perfeito, o blog de Jeremy serve como um recurso para aconselhamento em horticultura de um verdadeiro especialista em jardinagem.